Logo_Lunares_Wht.png

PROJETO CIRCO AÉREO AUDIOVISUAL
APRESENTA:

Marina-Lunares-8490.png

PROPOSTA

EQUIPE

Somos lunares. Lunares. Lua pelos ares. Uma lua, quatro fases. Desde a antiguidade, somos.

O corpo da mulher, que mês a mês cicla, regularmente muda de fase, natureza, qualidade, energia e movimento interior. A cada ciclo, quatro grandes mulheres se alternam dentro de cada mulher, trazendo uma habilidade, uma energia e uma expressão completamente únicas

Maira-Lunares-8539_edited.jpg
Marina-Lunares-8490.png

COMPOSIÇÂO DIGITAL E ANIMAÇÃO 2D

O trabalho foi concebido em formato de videocirco. Gravado sobre fundo verde digitalmente tratado explorando os recursos da composição digital e da animação 2D, ampliando as possibilidades de criação e levando ao público uma nova experiência visual.

PROJETO CIRCO AÉREO AUDIOVISUAL

Contemplado pelo edital Criação e Formação - Diversidade das Culturas, realizado com recursos da Lei nº 14.017 (Lei Aldir Blanc), o Projeto Circo Aéreo Audiovisual envolveu o processo de pesquisa e criação do espetáculo LUNARES.

Foram 3 meses e meio de trabalho intenso de uma equipe de mais de 25 pessoas para chegar a esta proposta de videocirco que mistura a linguagem aérea circense com a poesia e os recursos da animação 2D e da composição digital.

 

Desde a concepção do espetáculo, oficinas de preparação de elenco, criação de textos, roteiro e música, desenvolvimento de aparelhos aéreos e experimentação de movimentos, além da realização do trabalho em formato audiovisual e divulgação, tudo atendendo aos protocolos de controle sanitário devido à pandemia da Covid-19.

Michaela-Lunares-8657.png
Andrieli--Lunares-8617.png

PROPOSTA

LUNARES é sobre essa multiplicidade de ser quem somos. É luz e sombra. É uma tentativa de alinhar essa bússola interior que aponta para o autoconhecimento, o cuidado e o respeito.

Por isso, o trabalho traz, além da poesia, dados sobre a violência contra a mulher no Brasil, no Rio Grande do Sul e em Caxias do Sul. É apenas uma parcela deste problema que afeta toda a sociedade, mas desejamos que a partir desta breve reflexão possamos nos conectar mais a essa essência e criar um ambiente mais seguro para possamos ser tudo o que SOMOS.

AS PERSONAGENS

luanova.jpg

As fases da Lua, representadas pela Donzela, a Mãe, a Feiticeira e a Anciã, nos guiam pelas passagens de vida-morte-renascer associadas aos ciclos.

A Anciã

O arquétipo da anciã representa a Lua Nova, que no ciclo feminino equivale ao período da menstruação. Associado também ao inverno é um momento de baixa energia, que convida à instrospecção e a reflexão.

 

A Deusa Héstia, responsável por manter aceso o fogo de dentro das casas, também está associada à energia desse arquétipo trazendo a sabedoria do recolher-se e preparar a energia para a chegada de um novo ciclo. Nesse contexto a morte é apresentada não como um fim, mas como o terreno onde algo novo pode nascer.

Intérprete-criadora: Marina Castilhos

Aparelho Circense: Lira

A Donzela

A Donzela é a fase da Lua Crescente. Diferente das imagens dos contos de fadas onde ela é caracterizada por uma figura ingênua e indefesa, o arquétipo representa o espírito guerreiro, a extroversão e a energia de liderança presentes no início do ciclo. 

É associada à primavera, e às Deusas Artemis e Atenas, respectivamente relacionadas à caça e à guerra. É o período em que o feminino se desconeta da beleza exterior para emanar a beleza de sua força. É o momento de nascimento ou renascimento. 

Intérprete-criadora: Michella Biazus

Aparelho Circense: Corda Lisa

lua-crescente.jpg

A Mãe

O arquétipo da Lua Cheia, representado pela figura da mãe simboliza o poder de criar. Não diretamente ligada à gestação, essa figura representa o momento de plenitude, sensibilidade e conexão intensa que ocorre no período de ovulação. 

Está ligada ao poder de comunicar suas ideias e colocá-las no mundo. Ligada ao verão, é representada pela Deusa Deméter, que traz em si tanto a amorosidade quanto o poder destruidor de sua proteção.

Intérprete-criadora: Maira Moraes

Aparelho Circense: Tecido acrobático

lua-cheia.jpg

A Feiticeira

A Feiticeira é o arquétipo que representa a Lua Minguante, rodeada de misticismo e mistério. No ciclo feminino corresponde ao período pré-menstrual, fase em que se manifesta a necessidade de romper com padrões antigos e encerrar todos os ciclos que já não servem mais. É o período de transbordamentos.

Ligada ao outono, pode ser simbolizada também pela Baba Yaga, figura do folclore polonês conhecida por sua natureza ambígua e como a Deusa da Terra, que ajuda os puros de coração e devora os impuros. Traz o aspecto da ancestralidade e da intuição.

Intérprete-criadora: Andrieli Lopes

Aparelho Circense: Espiral

lua-minguante.jpg

Assista ao trabalho:

O processo de criação está registrado em nossas redes sociais, acesse e conheça os bastidores do trabalho!

  • Facebook
  • Instagram

EQUIPE

Fotos: Ofélia Fotografia

Projeto contemplado pelo edital Criação e Formação – Diversidade das Culturas, realizado com recursos da Lei nº 14.017 (Lei Aldir Blanc)

barra-logos-edital.jpg